sexta-feira, 4 de dezembro de 2009

Arduino no Valor Econômico e Wall Street Journal

Excelente artigo publicado no Wall Street Journal, e traduzido pelo Valor Econômico, retrata a plataforma Arduino de forma precisa, começando pelo título do artigo: "Taking an Open-Source Approach to Hardware".

A notícia no Wall Street Journal reforça a importância do Arduino e leva estas informações para os tomadores de decisão e para o mercado financeiro, consequentemente para os "ouvidos" dos investidores.

Ficamos sabendo da notícia através de um e-mail da minha irmã, Maria Carlota Senger, que trabalha com gestão de riscos em um banco de investimentos "Agora eu entendi o que você esta falando e fazendo com o Program-ME | Arduino".

Espera-se que sejam vendidos neste ano 60.000 peças de Arduino apenas da fábrica italiana. Somados aos 100 da Globalcode, são 60.100, risos.

Achei simplesmente fantástico por motivos claros, mas a finalização do artigo com a visão da personalidade criadora do Lilypad (uma versão de Arduíno para tecidos, roupas... usada por artistas) é uma das melhores definições sobre clonegem:

"I don't really care if someone can copy this thing, because a month from now I'm going to be making something different"

Esta visão é explicitamente de um "maker". Quantas pessoas empacam suas vidas com suas boas idéias sem nunca nem começar a desenvolve-las? Discutem se será open-source ou não sem fazer uma linha de código. Empreendedorismo onírico ou idéia platônica?

Viagens a parte, sei que o mundo real com Arduino esta ai, estampado no Wall Street Journal, e estamos felizes por ter bons mentores, que nos permitiram entrar no momento certo neste swell tecnológico.




-Vinicius

Nenhum comentário:

Postar um comentário