segunda-feira, 21 de setembro de 2009

A primeira ponte H agente nunca esquece....

Ponte H é um circuito integrado de grande valor para um robô pois podemos controlar motores invertendo corrente para poder andar para frente e traz. Eu comprei uma chamada L293E que é uma ponte H dupla, ou seja, podemos controlar com ela dois motores e também conseguimos usar o PWM do Arduino para controlar a potência dos motores.

Este circuito tem 20 pinos sendo que vou mostrar o que fizemos com 1 a 11 pois é o suficiente para um motor, depois para dois motores é só usar exatamente a mesma configuração mas só que da 12 a 20:

Pino 1 - Enable = ligamos na porta PWM 9 do Arduino
Pino 2 - Input A = ligamos na porta digital 4
Pino 3 - Output A= um diodo veio do terra para ele, do diodo para o positivo (ou negativo) do motor, do motor para outro diodo que foi ligado na corrente
Pino 4 - Sense - Aterramos ele pois não vamos precisar (pode-se usar o L293D que é mais em conta e não tem este recurso usado para driver chopper)
Pino 5 - GND
Pino 6 - GND
Pino 7 - Sense - Aterramos ele
Pino 8 - Output B = um diodo do terra veio para ele, do diodo para negativo (ou positivo) do motor, do motor para outro diodo que foi ligado na corrente.
Pino 9 - Input B = ligamos na porta digital 5
Pino 10 - Alimentação do motor (o L293E aceita até 36V)
Pino 11 - Alimentação do circuito integrado (também aceita até 36V e pede o mínimo de 5)

Nada muito avançado, mas nada muito básico.. De qualquer forma é um ótimo exercicio para você gastar seus diodos e nunca mais esquecer da direção da corrente deles.

Fiz tudo na protoboard conforme a foto a seguir:





Agora que tenho esse par de motores com redução de 100 RPMs e a ponte H funcionando vou trabalhar na mecânica pois o prazo para "máquina surpresa" do JustJava esta esgotando!!

Entre minhas aventuras com a ponte H, resolvi ontem final do dia soldar em uma placa com bornes e tudo bonitinho para ficar algo mais robusto e evitar mal contato, mas na medida que fui colocando os diodos e soldando tudo, percebi que iria faltar espaço... Ai vai vendo, fiz de um lado inteirinho para um motor e funcionou OK, falei com o Bene e mostrei por video para ele e na empolgação do elogio dele "não ficou ruim não!", fui fazer o outro lado. Exatamente a 1:00 da manhã fui ligar os dois motores e para não dizer que não deu nenhum sinal de fumaça, tudo que a engenhoca fazia era dar sinal de fumaça. Dormi decepcionado. Acordei e antes de escovar os dentes fui testar tudo no multimetro... Nada feito, tenho suspeitas de que alguma trilha cruzou... Plaquinha ruim + soldador cansado = fumaça.

Para minha agradável supresa, desoldei a ponte e liguei de volta na proto, bingo! O ponte porreta, isso é que é passar em prova de fogo!!!

É isso ai, se alguem tiver interesse o datasheet dela esta na net e fazer PWM é fácil depois da decodificação do nosso amigo e vulgo "engenheiro de verdade", Paulo Carlos.

E vamos nessa, para a marcenaria fazer a parte menos digital de todas: cortar madeiras e formas para encaixar o motor.

Fui. (motorizado, sem sinal de fumaça).

Um comentário:

  1. Olá, fiz exatamente o mesmo esquema quase que umas 20 vezes e até agora o que consegui foi uma rotacao do motor bem fraca.. Quando pego a bateria e ligo diretamente no motor o motor roda muito bem e mt forte.. Porem quando passa pelo circuito o motor roda muito fraco! Já comprei mais 3 unidades de l293E para colocar no lugar mas o resultado é sempre o mesmo. Você tem alguma idéia?

    ResponderExcluir