quarta-feira, 19 de novembro de 2008

fdisk /mbr

Nossa senhora, essa eu desenterrei hoje ao formatar uma máquina que tinha um pedaço de GRUB quebrado e portanto travava antes da escolha do sistema operacional.

Busquei, busquei, e meus orixas da década passada trouxeram: fdisk /mbr, quer dizer tipo, format o master boot record do hd.

DEMAIS!

Fui com nostalgia.

quarta-feira, 23 de janeiro de 2008

Hugh Everett e a interpretação de muitos mundos

Recentemente li um artigo na Scientific American entitulado "Os Vários Mundos do Atormentado Hugh Everett". O artigo discuto o trabalho de doutorado deste genial físico que após uns "bebericos" teve a idéia de propor uma função que obedece a equação de Schrödinger, porém com a enorme diferença de não colapsar a onda.

A idéia principal é não ter distinção entre mundo clássico e quântico, e para isso considera-se que observador esta dentro do universo quântico, e não sendo um observador do universo clássico. Com isso os múltiplos estados acabam existindo paralelamente, ou seja, quando se tem um par de microparticulas quânticas, seus spins estarão paralelamente existindo em múltiplos estados, múltiplos mundos.


Tudo isso em 195x.

A tese não foi muito bem aceita pelos copenhagistas Niels Bohr e Werner Heisenberg, pois apesar de trabalhar com a função de onda, o não colapso é algo bastante chocante (quase como a mudança de clássica para quantica).

Depois de ter sua tese de doutorado reduzida para 1/3, Everett foi trabalhar no exército americano com cálculos e estatísticas para guerra e armas nucleares. Abriu algumas empresas neste ramo e apesar de continuar tendo contato com seu orientador e até mesmo com Bohr, Everett nunca voltou a trabalhar no assunto.

Morreu aos 51 anos deixando dois filhos que dizem não ter conhecido seu próprio pai (ele vivia em um mundo a parte, afinal de contas ninguem melhor para isso). Sua filha se suicidou logo após a morte do pai e o filho tem um banda de rock com bastante sucesso.

Anos após sua morte, a interpretação de muitos mundos passou a ser aceita gradativamente, ou seja, Everett de fato estava a frente do tempo.

Demais! Com certeza Interpretação de muitos mundos é de arrepiar os orixas de qualquer um. Maiores informações sobre o assunto, consulte no wikipedia sobre "IMM Interpretação de muitos mundos" o texto é mais complexo que a matéria da revista. A revista vale muito a pena porque as ilustrações tornam o assunto um pouco mais fácil de entender.

Divirta-se!